Quem Somos

Equipe Cão Inclusão

Equipe: Leonardo Ogata, Victoria Pryor, Marina White e Sara Favinha

Conheça nosso time

Leonardo Ogata
Leonardo Ogataadestrador e cofundador da Cão Inclusão
Marina White
Marina Whitemarketing e captação de recursos
Sara Favinha
Sara Favinhaadestradora e cofundadora da Cão Inclusão
Victoria Pryor
Victoria Pryoradestradora e médica veterinária

Leonardo Ogata e Lollo

Leonardo Ogata e Lollo

Leonardo desde pequeno convive com cães. Em Salvador – BA, seu pai criava as raças Akita e Shiba, com exemplares trazidos do Japão e Leonardo a partir dos 12 anos, apresentava-os em pistas de Exposição de Cães. Aos 15, mudou-se para São Paulo para estudar e obviamente, trouxe seus dois cães Shiba que lhe faziam companhia. Pouco tempo depois, se apaixonou pelo esporte canino Agility e foi quando recebeu de doação sua primeira border collie, a Duda. Ela tinha muitos problemas comportamentais, inclusive o medo extremo, e foi então que ela se tornou uma escola para Leonardo, que além de aprender a trabalhar o medo dela, aprendeu a como motivar um animal que antes fugia de pessoas. Tudo deu tão certo, que Duda foi inclusive pré-selecionada para o Mundial de Agility na Finlândia pela Seleção Brasileira.

Em 2000, Leonardo iniciou sua faculdade de Física pela USP-SP e em 2002 sua carreira como adestrador de cães de estimação se fortaleceu. Pouco tempo depois, foi convidado a dar aulas de Agility na Dog World e nos três anos consecutivos em que foi professor, a escola foi Tri-Campeã Estadual e Tri-Campeã Brasileira, eleita a melhor escola de Agility do Brasil. Em 2005, Leonardo fundou a Tudo de Cão e começou a ministrar cursos de adestramento e comportamento canino.

Para expandir seu conhecimento, Leonardo partiu para algo diferenciado, praticou pastoreio com cães da raça Border Collie por três anos com Liliane Morrielo, dinamarquesa que viveu no Brasil por este período. Treinavam cães para fazendeiros e com este trabalho, aprendeu muito sobre liderança, autocontrole e os instintos dos cães.

Em 2010, com a sócia Sara Favinha, fundaram a Franqueadora Tudo de Cão, onde passaram a compartilhar conhecimentos e experiências adquiridas, montando uma equipe especializada em comportamento e treinamento de cães. Neste mesmo ano, Leonardo iniciou seu trabalho com cães coterapeutas na clínica de reabilitação Greenwood para dependentes químicos junto com Victoria Pryor, ministrando aulas de Agility e Obediência, onde o treinamento e manejo diário dos cães fazem parte do tratamento dos pacientes, conhecido como laborterapia. O trabalho de Leonardo e Victoria é acompanhado por uma equipe de psicólogos responsáveis pelo tratamento dos pacientes.

A vida dos cães está no sangue de Leonardo e como sempre gostou de inovar e ser criativo, resolveu utilizar seus conhecimentos para ajudar a sociedade, fundando junto com Sara Favinha, a Cão Inclusão. 

Marina White - marketing e captação de recursos

Marina White – marketing e captação de recursos

Nascida em Rosario-Argentina, sua ligação com os animais começou cedo, engatinhando pela fazenda. Aos 7 anos, já no Brasil, iniciou sua jornada na equitação que durou 16 anos, toda sua infância e adolescência. Foram nesses anos que descobriu muita coisa sobre os animais, como respeitar seus limites, seu tempo de aprendizado, encarou desafios ao adestrar cavalos e percebeu que a paciência, o amor e a perseverança, são a chave para se conquistar muita coisa.

Sempre quis estudar medicina veterinária, mas aos 17 anos resolveu fazer Rádio e Televisão, trabalhou na 89 FM como jornalista, produtora e locutora, depois em agências e produtoras de vídeos e shows. Aos 22 anos, resolveu assumir o desafio de mudar de área e trabalhar na metalúrgica da família, onde adquiriu experiência em como administrar um negócio, passando por todas as áreas de uma empresa. Pós-graduada em Administração de Recursos Humanos, adquiriu experiência trabalhando com pessoas e percebeu a influência que uma boa gestão tem sobre o desenvolvimento do negócio.

A experiência em diversas áreas trouxeram para Marina uma flexibilidade muito grande para enxergar novos negócios. Ela acredita que a equitação, um esporte de risco, onde conheceu diversos cavalos com personalidades diferentes, fizeram com que ela desenvolvesse a característica de não ter medo de arriscar, encarar desafios e vencer obstáculos.

Em 2013, assumiu outro desafio, mas agora seguindo o seu coração. Resolveu trabalhar com o que realmente ama e tem afinidade: cães. Sua casa sempre foi um lar cheio de animais e na época em que fazia equitação, queria fazer igual com os cães, então montava um percurso em seu jardim e fazia eles saltarem. Nesta época ela nem imaginava o que era o esporte canino Agility.

Para se especializar, fez cursos de adestramento da Tudo de Cão, indicada pela amiga de infância Victoria Pryor, onde conheceu Leonardo e Sara e desde então vem se encantando com a metodologia utilizada por eles. Foi com enorme prazer que aceitou entrar para a equipe Cão Inclusão sendo responsável pela captação de recursos e marketing, aliando sua experiência de vida com sua paixão por cães em prol a ajudar pessoas com deficiência no Brasil. 

Sara Favinha e Google

Sara Favinha e Google

Sara tem no sangue interiorano sua paixão pelos animais, formada em Zootecnia pela USP-Pirassununga, começou a atuar como adestradora de cães de estimação em 2004 e no ano seguinte, já foi convidada para entrar na equipe do Instituto Norberto de Souza Pinto em Campinas-SP, para promover a Terapia Assistida por Animais nos pacientes com paralisia cerebral, tanto adultos como crianças. Foi então que Sara iniciou suas observações nos cães coterapeutas em ação e desenvolveu uma avaliação para identificar os cães aptos para este tipo de trabalho.

Em 2007, mudou-se para São Paulo e foi convidada a trabalhar na Terapia Cão Carinho, na época Doutor Cão, que realizava Atividade Assistida por Cães com 16 cães e mais de 30 voluntários em hospitais e casas assistenciais. Aceitou o desafio, reavaliou os cães, ministrou cursos e palestras para a equipe e agregou novos cães. Sara trabalhou por sete anos na equipe Terapia Cão Carinho.

Em 2009, foi convidada para fazer parte da OSCIP TAC – Terapias Assistidas por Cães, que oferece atendimentos realizados por profissionais da saúde e educação, onde aprendeu a ser condutora do seu cão Google, da raça Papillon, bem como o treinamento específico dos cães para atendimentos de fisioterapia, educação e psicoterapia assistida com diversos pacientes, entre eles idosos, autistas, crianças em risco social e dependentes químicos.

Além disso, Sara montou junto com a equipe o Projeto Reintegração, que capacitou adolescentes e adultos dependentes químicos da Casa Ágape da cidade para treinarem cães abandonados do Centro de Controle de Zoonoses de Cruzeiro-SP, que após o ciclo de treinamento foram doados para famílias da cidade. E também implementou um projeto de Terapia Assistida por Cães na Casa de Nazaré, em Fortaleza-CE.

Em toda sua carreira, Sara já avaliou mais de 200 cães, tanto filhotes como adultos, para trabalharem como coterapeutas, acompanhando-os no trabalho e realizando suas reavaliações anualmente. Ela também realiza avaliações em filhotes e adultos para famílias que desejam adotar ou comprar um cão compatível com suas expectativas, nível de atividade e rotina.

Sua paixão pelo treinamento de animais é tão grande que em 2010, junto com seu sócio Leonardo Ogata, fundaram a Franqueadora Tudo de Cão, que busca sempre pela evolução de sua metodologia e oferece diversos serviços como Adestramento em Domicílio, Adestramento em Grupo, Cursos, Palestras, participa de Eventos e treinamento de cães coterapeutas. Sara tem experiência com treinamento de diversas espécies animais, pastoreio com cães da raça Border Collie e com esportes como Canine Freestyle e Frisbee.

Em 2011, foi aprovada para participar do curso 10.000 Mulheres Empreendedoras na Fundação Getúlio Vargas, onde foi uma das finalistas da turma que, após ter seu Plano de Crescimento Empresarial aprovado, recebeu consultoria especializada por seis meses. Foi convidada pelos organizadores do curso para eventos com os representantes do Banco Goldman Sachs, que patrocina o curso ao redor do mundo e também da banca de seleção de novas candidatas. Ministra palestras sobre o tema empreendedorismo em universidades e eventos.

Sara acredita que tem uma missão muito especial, integrar cães e humanos, promovendo um relacionamento harmonioso e de respeito entre os dois, através do entendimento profundo dos cães, de suas motivações e sua natureza. Por isso, em 2013, fundou o Projeto Cão Inclusão, para treinar Cães de Assistência, uma possibilidade única de utilizar seus conhecimentos adquiridos através de muito estudo, prática e dedicação, para melhorar a vida de pessoas com deficiência, unindo cão e homem em um propósito maior. 

Victoria Pryor e Toddy

Victoria Pryor e Toddy

Já nos primeiros anos de vida, Victoria sabia que queria ser veterinária, era um sonho de infância que se concretizou. Sua paixão por animais não tem restrições, aos oito anos tinha cobras como animais de estimação. Como seus pais também são amantes de cães, nunca se preocuparam em ter uma casa lotada deles, em sua maioria, resgatados das ruas pela Victoria.

Foi esse contato intenso que despertou nela o interesse em conhecer mais a fundo o comportamento dos cães, seu treinamento e sua educação. Em 1999, começou a praticar o esporte canino Agility com seus cães e em 2002 já participava de campeonatos importantes. Victoria foi campeã Paulista na categoria mini com sua poodle resgatada da rua, Luna.

Em 2004, iniciou a faculdade de medicina veterinária pela UNIP-SP e fez diversos estágios, viajando para os Estados Unidos e Ilhas Cayman, onde trabalhou em um abrigo para cães abandonados. Essas viagens proporcionaram a ela o seu primeiro contato com Cães de Assistência e foi então que despertou uma de suas maiores paixões: o treinamento para essa finalidade.

Em 2009, iniciou um projeto com Cães Coterapeutas na Clínica Greenwood, onde juntamente com Leonardo, ministra aulas de adestramento e agility. O manejo, o treinamento e o cuidado com os cães faz parte do tratamento dos dependentes químicos, que são responsáveis inclusive pelo bem estar dos cães, formando-se vínculos muito fortes entre os cães e os pacientes.

Victoria concluiu sua Pós-Graduação em Cirurgia e Anestesia para animais de pequeno porte em 2012, e há dois anos trabalha em uma clínica veterinária. Ela também faz um trabalho social importante resgatando, recuperando e doando cães de rua.

Mas foi em 2013 que Victoria viu seu sonho começar a se realizar: treinar Cães de Assistência. E não há nada mais gratificante do que realizar um sonho! 

Comentários